Select Page

É possível amamentar sem dar à luz?

Nov 28, 2020

É evidente que, para ser mãe, não é necessário ter um bebé. Existem outras opções, tais como o acolhimento ou a adopção, sem esquecer a maternidade de substituição, que, embora não seja legal no nosso país, pode ser utilizada fora das nossas fronteiras. É verdade que não desfrutar da gravidez parece significar que não pode amamentar o seu bebé, contudo, nas linhas seguintes queremos mostrar-lhe que amamentar sem dar à luz é possível. Explicamos como o fazer.

Como é possível amamentar sem dar à luz?

Uma equipa de parteiras do Parc Hospital Taulí em Sabadell (Barcelona) quis dar visibilidade a um assunto desconhecido para muitos, que é possível amamentar sem dar à luz. Por esta razão, a maioria das mães que acolhem, adoptam ou recorrem à maternidade de substituição, tomam como certo que terão de recorrer ao leite em pó.

Na sua opinião, as mulheres nestes casos desconhecem que a amamentação é uma opção para elas. As parteiras referiram-se a um estudo publicado no «Journal of Human Lactation». É assinado por duas parteiras do Parc Taulí, Gemma Cazorla e Noemí Obregón, juntamente com Paola Galbany, que é parteira e investigadora na Universidade de Vic e Josefina Goberna, que também trabalha como parteira e professora na Universidade de Barcelona.

Estas profissionais não só falam da falta de conhecimentos das mães, como afirmam que mesmo os profissionais de saúde não são muito claros sobre este facto. Tanto é assim, que as mães que não dão à luz não são muitas vezes informadas da possibilidade de tentar amamentar.

Como é que se consegue amamentar sem dar à luz?

Para conseguir amamentar sem dar à luz, há duas opções, amamentação induzida e travamento. O primeiro é um processo que começa meses antes do nascimento do bebé a fim de produzir leite. É necessário combinar um tratamento hormonal à base de estrogénio e progesterona e ao mesmo tempo estimular o peito. Normalmente é iniciado 5 meses antes do nascimento do bebé.

Deve ter-se em conta que o sucesso não é garantido e que em muitos casos não se conseguirá amamentar exclusivamente, mas a amamentação mista é possível. Mesmo assim, será muito benéfico tanto física como emocionalmente.

A relactação é o processo iniciado por mulheres que já amamentaram outro bebé. Normalmente não requer tanto tempo de preparação e o processo é geralmente melhor sucedido. Além disso, é necessária menos medicação para o conseguir.

O estudo é baseado em entrevistas conduzidas por estas parteiras com mulheres que experimentaram com sucesso estas técnicas. Sem dúvida, pode ser uma grande oportunidade para muitas mulheres que se tornam mães sem gestação saberem que é possível amamentar sem dar à luz.

Também pode ler: Como é produzido o leite materno?

Otros blogs

28 - Fev - 2022

Fissura na base do mamilo: porque ocorre?

Uma fissura na base do mamilo é uma das razões mais comuns para que uma mãe deixe de amamentar. A dor pode ser tão intensa que algumas mulheres optam por usar medicação para acabar com a amamentação. No entanto, existem remédios para os curar rapidamente para que o seu bebé possa continuar a...

26 - Fev - 2022

Primeiros socorros, em crianças com mais de 1 ano de idade

Os primeiros socorros são um conjunto de ferramentas que nos permite agir em determinadas situações e oferecer cuidados iniciais até que, se necessário, chegue ajuda especializada ou levemos a criança a um centro médico para avaliação. Recordar-se-á que na entrada sobre "primeiros socorros para...

19 - Fev - 2022

Alergias na idade pediátrica

O que é uma alergia? A alergia é um mecanismo de defesa do organismo contra uma substância que o nosso sistema imunitário reconhece como estranha. Estas substâncias podem ser alimentos, medicamentos, inaladores, substâncias de contacto. Um alergénio é qualquer substância capaz de desencadear...

12 - Fev - 2022

Baby- Led- Weaning, e você, está disposta a isso?

A prática do Baby-Led-Weaning (BLW), ou alimentação regulada pelo bebé, tornou-se generalizada nos últimos anos e, longe de ser uma moda, oferece muitos benefícios tanto para o bebé como para a família. BLW é um método de introdução de alimentação complementar, no qual o bebé pode levar a...

5 - Fev - 2022

Sintomas de COVID em crianças, o que precisamos saber?

Depois de quase dois anos de pandemia, a sexta onda e a nova variante Ómicron, deixam-nos novamente muitas dúvidas, e nestes últimos dias, não paro de receber perguntas sobre os sintomas que o vírus produz nas crianças e que temos de ter em conta, por isso vamos diretos ao problema. O que...

25 - Jan - 2022

O início da alimentação complementar… tire as suas dúvidas!

O momento para começar a introduzir alimentos, em geral, deixa os pais muito entusiasmados, é um dos momentos especiais em que vemos como os nossos bebés evoluem, mas também pode gerar um mar de dúvidas... vamos ao que importa! Quando posso começar a oferecer-lhe comida? O ideal é começar por...

22 - Jan - 2022

Primeros socorros, em menores de um ano.

Os primeiros socorros são um conjunto de ferramentas que nos permitem atuar em determinadas situações e oferecer os primeiros socorros, até que, em caso de necessidade, chegue ajuda especializada ou mesmo que levemos a criança a um centro clínico para que a avaliem. Nos últimos anos,...

8 - Jan - 2022

Dermatite atópica. Mantemo-la afastada?

A dermatite atópica é uma doença inflamatória da pele, que afeta cerca de 15 a 20% da população infantil em Espanha. Metade dos casos são diagnosticados no primeiro ano de vida. Dados que não passam despercebidos, não é? Trata-se de uma doença crónica da pele, cujo principal sintoma é a...

1 - Jan - 2022

Vacinação do COVID e crianças, ainda tem dúvidas?

Trago-vos uma conversa que pode acontecer em qualquer encontro de pais: – Vais vacinar o teu filho/a? - Eu não tive dúvidas em vacinar-me, mas a verdade é que não estou nada decidida a vacinar o meu filho… Esta conversa não vos é estranha? Neste momento é muito comum ouvi-la em parques, à saída...

29 - Dez - 2021

A importância de comunicar através da pele

Sabias que o toque é o primeiro sentido a desenvolver-se dentro do útero, e o últimoa desaparecer antes de morrer? E que a pele é o maior órgão do nosso corpo? Tendo em conta ambas as coisas, já podemos ter a ideia da importância da comunicação através da pele e do toque. A nossa pele é a...

Abrir chat
👩 ¿Necesitas ayuda?
Nursicare responde
¡Hola! 👋
Déjanos tu mensaje y una experta en lactancia te responderá lo antes posible.
0
CARRITO
  • No products in the cart.