Select Page

Mamografia – revisões?

Out 17, 2021

A melhor maneira de detetar cedo o cancro da mama e de o combater na sua primeira fase é fazer uma mamografia. Este exame pode detetar tumores com uma fiabilidade até 80%, enquanto o exame manual deteta apenas 50% dos tumores. Como é realizado e com que frequência tem de ser repetido?

Quando deve ser realizada a primeira mamografia?

A primeira mamografia deve ser realizada aos 40 anos, a menos que haja um historial familiar ou outros fatores. Ao contrário do rastreio manual, este utiliza radiografias. O peito é colocado sobre uma superfície sobre a qual é emitida radiação. Isto cria uma imagem mostrando anomalias que podem indicar a formação de cancro, tais como microcalcificações, nódulos ou pequenos tumores.

Um tal teste carrega frequentemente uma certa carga emocional enquanto se espera pelos resultados ou se os resultados são inconclusivos. Pero hay algunos datos que pueden resultar tranquilizadores.

Na grande maioria dos casos, o resultado é favorável. Nas desfavoráveis, após análise, as anomalias são geralmente diagnosticadas como sendo causadas por quistos ou patologias benignas. Mesmo nos casos em que o cancro ou pré-câncer é detetado, quando está numa das fases iniciais, as hipóteses de ultrapassar o cancro da mama são superiores a 90%.

Com que frequência é realizada uma mamografia?

O risco de cancro da mama diminui a partir de uma certa idade. A primeira mamografia é realizada em mulheres com 40 anos de idade. Depois disso, repete-se todos os anos, a menos que haja uma história familiar, caso em que começará numa idade mais precoce e será mais frequente.

A partir dos 50 ou 55 anos, dependendo da opinião do ginecologista e da comunidade autónoma, os novos testes tornam-se bienais. Considera-se que o risco de sofrer da doença diminui a partir desta idade.

Para além da mamografia, existem outros sistemas de deteção do cancro da mama. Por exemplo, podem ser utilizadas ecografias, ressonância magnética, exames físicos e até biópsias. É claro que estes devem ser vistos como testes adicionais e não equivalentes. Alguns serão ordenados por um médico para descartar riscos ocultos.

Como são os check-ups após a doença?

Se já teve cancro da mama no passado, a frequência será maior. É muito importante verificar se não se repete e, caso se repita, resolver o problema o mais rapidamente possível. É habitual que os controlos sejam efetuados com mais frequência do que para alguém que não tenha tido a doença.

Durante os próximos dois ou três anos, dependendo do risco que o médico considerar que existe, a pessoa que teve cancro da mamaserá submetida a um check-up aproximadamente de três em três meses. Depois disso, será de seis em seis meses e continuará até ao quinto ano, quando o check-up se tornará anual.

A mamografia pode ser realizada durante o aleitamento materno?

A mamografia não interfere com o aleitamento materno. A radiação recebida durante o teste é mínima e não se acumula no peito nem é expelida durante a amamentação. Portanto, se o tempo apropriado tiver passado e se tiver de fazer uma mamografia, pode fazê-lo com total tranquilidade.

O que deve fazer é cuidar dos seus seios. Para o fazer, não se esqueça de usar os discos absorventes de Nursicare. Ajudá-la-ão a manter o mamilo hidratado e a curar quaisquer fissuras ou feridas que possam ocorrer durante a amamentação.

Também pode ler: Mastites, sintomas e causas

 

banner nursicare

Otros blogs

28 - Fev - 2022

Fissura na base do mamilo: porque ocorre?

Uma fissura na base do mamilo é uma das razões mais comuns para que uma mãe deixe de amamentar. A dor pode ser tão intensa que algumas mulheres optam por usar medicação para acabar com a amamentação. No entanto, existem remédios para os curar rapidamente para que o seu bebé possa continuar a...

26 - Fev - 2022

Primeiros socorros, em crianças com mais de 1 ano de idade

Os primeiros socorros são um conjunto de ferramentas que nos permite agir em determinadas situações e oferecer cuidados iniciais até que, se necessário, chegue ajuda especializada ou levemos a criança a um centro médico para avaliação. Recordar-se-á que na entrada sobre "primeiros socorros para...

19 - Fev - 2022

Alergias na idade pediátrica

O que é uma alergia? A alergia é um mecanismo de defesa do organismo contra uma substância que o nosso sistema imunitário reconhece como estranha. Estas substâncias podem ser alimentos, medicamentos, inaladores, substâncias de contacto. Um alergénio é qualquer substância capaz de desencadear...

12 - Fev - 2022

Baby- Led- Weaning, e você, está disposta a isso?

A prática do Baby-Led-Weaning (BLW), ou alimentação regulada pelo bebé, tornou-se generalizada nos últimos anos e, longe de ser uma moda, oferece muitos benefícios tanto para o bebé como para a família. BLW é um método de introdução de alimentação complementar, no qual o bebé pode levar a...

5 - Fev - 2022

Sintomas de COVID em crianças, o que precisamos saber?

Depois de quase dois anos de pandemia, a sexta onda e a nova variante Ómicron, deixam-nos novamente muitas dúvidas, e nestes últimos dias, não paro de receber perguntas sobre os sintomas que o vírus produz nas crianças e que temos de ter em conta, por isso vamos diretos ao problema. O que...

25 - Jan - 2022

O início da alimentação complementar… tire as suas dúvidas!

O momento para começar a introduzir alimentos, em geral, deixa os pais muito entusiasmados, é um dos momentos especiais em que vemos como os nossos bebés evoluem, mas também pode gerar um mar de dúvidas... vamos ao que importa! Quando posso começar a oferecer-lhe comida? O ideal é começar por...

22 - Jan - 2022

Primeros socorros, em menores de um ano.

Os primeiros socorros são um conjunto de ferramentas que nos permitem atuar em determinadas situações e oferecer os primeiros socorros, até que, em caso de necessidade, chegue ajuda especializada ou mesmo que levemos a criança a um centro clínico para que a avaliem. Nos últimos anos,...

8 - Jan - 2022

Dermatite atópica. Mantemo-la afastada?

A dermatite atópica é uma doença inflamatória da pele, que afeta cerca de 15 a 20% da população infantil em Espanha. Metade dos casos são diagnosticados no primeiro ano de vida. Dados que não passam despercebidos, não é? Trata-se de uma doença crónica da pele, cujo principal sintoma é a...

1 - Jan - 2022

Vacinação do COVID e crianças, ainda tem dúvidas?

Trago-vos uma conversa que pode acontecer em qualquer encontro de pais: – Vais vacinar o teu filho/a? - Eu não tive dúvidas em vacinar-me, mas a verdade é que não estou nada decidida a vacinar o meu filho… Esta conversa não vos é estranha? Neste momento é muito comum ouvi-la em parques, à saída...

29 - Dez - 2021

A importância de comunicar através da pele

Sabias que o toque é o primeiro sentido a desenvolver-se dentro do útero, e o últimoa desaparecer antes de morrer? E que a pele é o maior órgão do nosso corpo? Tendo em conta ambas as coisas, já podemos ter a ideia da importância da comunicação através da pele e do toque. A nossa pele é a...

Abrir chat
👩 ¿Necesitas ayuda?
Nursicare responde
¡Hola! 👋
Déjanos tu mensaje y una experta en lactancia te responderá lo antes posible.
0
CARRITO
  • No products in the cart.