Select Page

A amamentação, porque é que as mulheres espanholas desistem?

Nov 8, 2019

Mulheres espanholas abandonam o aleitamento materno aos três meses

O período de tempo que as mães espanholas amamentam os seus bebés tem pouco a ver com a recomendação da OMS. Recomenda-se a amamentação exclusiva com leite materno até aos seis meses e como complemento até aos dois anos de idade. No entanto, em Espanha, a maioria das mães desiste de amamentar muito mais cedo. Porquê?

Porque é que as mães desistem de amamentar cedo?

O “Inquérito Nacional de Saúde” informa que uma em cada três mulheres deixa de amamentar cedo. A principal causa do abandono é o fator trabalho. Por um lado, as empresas não estão envolvidas no aleitamento materno. Por outro lado, as mães têm medo de exigir os seus direitos. Têm medo de obter uma má resposta ou mesmo de serem despedidos.

Outra causa é a pressão social. Alguns parentes bem-intencionados interferem e dão conselhos inapropriados ou desmoralizantes. Além disso, há muitos pais que não estão envolvidos na amamentação. Para agravar a situação, espaços tranquilos e confortáveis, que favorecem a amamentação são raros. Poucas áreas públicas as têm ou aquelas que as têm são insuficientes. E por vezes as fissuras e feridas são desmoralizantes, embora seja para isso que servem os nossos adesivos.

Os números do “Inquérito Nacional de Saúde” mostram que 72% das mulheres amamentam os seus bebés durante o primeiro mês e meio. 66% das mulheres chegam aos três meses. E apenas 47% das mães mantêm a amamentação como seu método exclusivo de alimentação até aos seis meses. Depois disso, poucas mães usam leite materno como suplemento até aos dois anos.

Porque é que o aleitamento materno é tão importante

A amamentação satisfaz praticamente todas as necessidades de um bebé. Aqui estão algumas das vantagens para os bebés:

  • Satisfaz por completo todas as necessidades nutricionais.
  • Hidrata, de forma que não é necessário dar mais liquidos.
  • Contém anticorpos que reforçam o seu sistema imunitário imaturo.
  • Contém partículas que protegem contra as alergias.
  • Ajuda a melhorar o sistema digestivo.

Para além de tudo isto, existem outros benefícios psicológicos. Os bebés também recebem todo o amor e sentimentos protetores de que necessitam para o seu desenvolvimento emocional.

As mães também beneficiam de amamentar. A gravidez e o parto são tanto física como emocionalmente drenantes. A amamentação ajuda a recuperar totalmente do esforço. Eis algumas das vantagens do aleitamento materno para a mãe:

  • Acelera a recuperação física após o parto.
  • Ajuda a combater a diabetes.
  • Previne o cancro da mama.

aleitamento materno

Fatores que podem aumentar o aleitamento materno em Espanha

Para que as mães possam amamentar os seus filhos até à idade de dois ou mais anos, é necessária uma mudança social. As empresas precisam de compreender a necessidade e fornecer às mães o tempo de que necessitam para alimentar os seus bebés.

Precisam também de proporcionar espaços para as mães extrairem o leite. Podem usar uma bomba de leite e depois armazená-la. Isto complementa a dieta sólida do bebé.

A família também deve cooperar. Espera-se que os pais estejam mais envolvidosna amamentação. Recomenda-se também que outros membros da família apenas façam comentários positivos e edificantesà mãe. Juntos devem criar uma atmosfera agradável.

Por parte das administrações, é de esperar que sejam criados ambientes mais favoráveis à amamentação. Além disso, os centros de saúde e hospitais precisam de se especializar e promover a amamentação.

Só com estas mudanças se conseguirá algo tão bom como respeitar os períodos de amamentação. Uma prática saudável para mães e bebés, mas também para a criação de uma sociedade mais humana e empática.

 

Nursicare

 

Otros blogs

28 - Fev - 2022

Fissura na base do mamilo: porque ocorre?

Uma fissura na base do mamilo é uma das razões mais comuns para que uma mãe deixe de amamentar. A dor pode ser tão intensa que algumas mulheres optam por usar medicação para acabar com a amamentação. No entanto, existem remédios para os curar rapidamente para que o seu bebé possa continuar a...

26 - Fev - 2022

Primeiros socorros, em crianças com mais de 1 ano de idade

Os primeiros socorros são um conjunto de ferramentas que nos permite agir em determinadas situações e oferecer cuidados iniciais até que, se necessário, chegue ajuda especializada ou levemos a criança a um centro médico para avaliação. Recordar-se-á que na entrada sobre "primeiros socorros para...

19 - Fev - 2022

Alergias na idade pediátrica

O que é uma alergia? A alergia é um mecanismo de defesa do organismo contra uma substância que o nosso sistema imunitário reconhece como estranha. Estas substâncias podem ser alimentos, medicamentos, inaladores, substâncias de contacto. Um alergénio é qualquer substância capaz de desencadear...

12 - Fev - 2022

Baby- Led- Weaning, e você, está disposta a isso?

A prática do Baby-Led-Weaning (BLW), ou alimentação regulada pelo bebé, tornou-se generalizada nos últimos anos e, longe de ser uma moda, oferece muitos benefícios tanto para o bebé como para a família. BLW é um método de introdução de alimentação complementar, no qual o bebé pode levar a...

5 - Fev - 2022

Sintomas de COVID em crianças, o que precisamos saber?

Depois de quase dois anos de pandemia, a sexta onda e a nova variante Ómicron, deixam-nos novamente muitas dúvidas, e nestes últimos dias, não paro de receber perguntas sobre os sintomas que o vírus produz nas crianças e que temos de ter em conta, por isso vamos diretos ao problema. O que...

25 - Jan - 2022

O início da alimentação complementar… tire as suas dúvidas!

O momento para começar a introduzir alimentos, em geral, deixa os pais muito entusiasmados, é um dos momentos especiais em que vemos como os nossos bebés evoluem, mas também pode gerar um mar de dúvidas... vamos ao que importa! Quando posso começar a oferecer-lhe comida? O ideal é começar por...

22 - Jan - 2022

Primeros socorros, em menores de um ano.

Os primeiros socorros são um conjunto de ferramentas que nos permitem atuar em determinadas situações e oferecer os primeiros socorros, até que, em caso de necessidade, chegue ajuda especializada ou mesmo que levemos a criança a um centro clínico para que a avaliem. Nos últimos anos,...

8 - Jan - 2022

Dermatite atópica. Mantemo-la afastada?

A dermatite atópica é uma doença inflamatória da pele, que afeta cerca de 15 a 20% da população infantil em Espanha. Metade dos casos são diagnosticados no primeiro ano de vida. Dados que não passam despercebidos, não é? Trata-se de uma doença crónica da pele, cujo principal sintoma é a...

1 - Jan - 2022

Vacinação do COVID e crianças, ainda tem dúvidas?

Trago-vos uma conversa que pode acontecer em qualquer encontro de pais: – Vais vacinar o teu filho/a? - Eu não tive dúvidas em vacinar-me, mas a verdade é que não estou nada decidida a vacinar o meu filho… Esta conversa não vos é estranha? Neste momento é muito comum ouvi-la em parques, à saída...

29 - Dez - 2021

A importância de comunicar através da pele

Sabias que o toque é o primeiro sentido a desenvolver-se dentro do útero, e o últimoa desaparecer antes de morrer? E que a pele é o maior órgão do nosso corpo? Tendo em conta ambas as coisas, já podemos ter a ideia da importância da comunicação através da pele e do toque. A nossa pele é a...

Abrir chat
👩 ¿Necesitas ayuda?
Nursicare responde
¡Hola! 👋
Déjanos tu mensaje y una experta en lactancia te responderá lo antes posible.
0
CARRITO
  • No products in the cart.