Select Page

Vacinação do COVID e crianças, ainda tem dúvidas?

Jan 1, 2022

Trago-vos uma conversa que pode acontecer em qualquer encontro de pais:

– Vais vacinar o teu filho/a?

– Eu não tive dúvidas em vacinar-me, mas a verdade é que não estou nada decidida a vacinar o meu filho…

Esta conversa não vos é estranha? Neste momento é muito comum ouvi-la em parques, à saída da escola… no trabalho. E é completamente normal ter dúvidas sobre este tema, a final é algo novo, recebemos muita informação contraditória e, nós pais, damos voltas ao assunto, porque queremo-nos sentir seguros em cada passo que damos para os nossos filhos.

Para esclarecer as suas dúvidas, hoje trago muita informação. Vamos rever o que sabemos sobre a vacina do COVID e as crianças.

No início da pandemia, todos os olhos estavam nos nossos idosos e pessoas em risco, com quem o vírus era realmente muito cruel. Assim que disponibilizámos vacinas, foram as primeiras pessoas a recebê-las. À medida que as faixas etárias eram vacinadas, o vírus procurava nos grupos mais jovens formas de continuar a fazer das suas. Algo que todos temos claro e que é que, embora o vírus esteja atualmente a circular entre as crianças, as consequências para elas não são, felizmente, tão graves como para os idosos, e para a maioria é uma infeção leve.

A Agência Espanhola de Medicamentos e Produtos sanitários considerou segura a vacina para ser administrada em crianças com mais de 5 anos. Desde então, recebemos informação através de diferentes organismos, como a OMS ou a Associação Espanhola de Pediatria, que nos transmitem que a vacina é segura e que a vacinação das crianças é benéfica.

Mas, sabemos realmente quais são os objetivos da vacinação da população pediátrica? O Comité de Vacinação da Associação Espanhola de Pediatria dá as seguintes explicações:

  • Contemplar o direito da criança à sua proteção.
  • Conseguir espaços educativos seguros, que permitam uma escolaridade normal, relações interpessoais e o bem-estar psico-emocional.
  • Alcançar a imunidade de grupo.
  • Diminuir a circulação do vírus e o aparecimento de novas variantes.
  • A OMS reconhece que vacinas as crianças é um benefício, mas é menos urgente que outras fixas etárias.

Se está a pensar vacinar os seus filos, outra das questões que estará a equacionar será… Como é que o vírus realmente afeta as crianças? Deixo-vos dados oficiais:

  • As crianças não são os grandes transmissores do vírus, nem os não transmissores. O normal é que seja um adulto a contagiar a criança, mas uma vez contagiado, este pode espalhá-lo.
  • A taxa de hospitalização de crianças é de 4 a 6 por cada mil infetados.
  • A letalidade é muito baixa em crianças, apenas 2 em cada 100.000 contagiados.
  • A maioria passará pelo vírus, como se se tratasse de uma constipação ou de uma gripe.
  • Existem problemas associados ao COVID em crianças, como o Síndrome Inflamatório Multissistémico Pediátrico (SIMP), que pode ser grave e letal, mas a maioria das crianças melhoram com o tratamento e o podem ficar com Síndrome do COVID persistente, mas menos frequente que nos adultos (pode ocorrer em 2-14% das crianças que tiveram a doença, sendo mais frequente em adultos).

 

E agora que esclarecemos algumas dúvidas importantes… Como é realmente a vacina COVID nas crianças?

  • A vacina aprovada para as crianças entre os 5 e os 11 anos é a Comirnaty, e apenas contem um terço de ARNm das vacinas aprovação para as crianças a partir dos 12 anos e adultos.
  • Foi demostrada a eficácia nos estudos realizados até à data.
  • Muito se tem falado sobre os efeitos adversos, como a anafilaxia ou a perimiocardite, mas ocorrem em menos de 1 criança em cada 10.000 vacinados.

Temos toda a informação na mesa… mas, então vacinamos as crianças ou não?

Partiendo de que, como ya hemos dicho las recomendaciones de los organismos oficiales son vacunar a los niños mayores de 5 años, y que también hemos visto que tiene beneficios para toda la comunidad, puedes valorar de manera personal, los siguientes aspectos:

  • Avaliar a situação de cada criança, se tiver algum fator de risco ou estiver em contacto com pessoas/familiares em risco, a vacinação é mais do que recomendada.
  • Na onda da pandemia em que nos encontramos, as crianças estão a ser uma população alvo, e é claro que a vacinação demonstrou que ajuda a conter a transmissão do vírus.

Dito isto, cada unidade familiar coloca as suas circunstâncias na balança para tomar uma decisão. Já tomou a sua?

Também pode ler: Vacinamos as crianças contra a GRIPE?

 

banner nursicare

Otros blogs

28 - Fev - 2022

Fissura na base do mamilo: porque ocorre?

Uma fissura na base do mamilo é uma das razões mais comuns para que uma mãe deixe de amamentar. A dor pode ser tão intensa que algumas mulheres optam por usar medicação para acabar com a amamentação. No entanto, existem remédios para os curar rapidamente para que o seu bebé possa continuar a...

26 - Fev - 2022

Primeiros socorros, em crianças com mais de 1 ano de idade

Os primeiros socorros são um conjunto de ferramentas que nos permite agir em determinadas situações e oferecer cuidados iniciais até que, se necessário, chegue ajuda especializada ou levemos a criança a um centro médico para avaliação. Recordar-se-á que na entrada sobre "primeiros socorros para...

19 - Fev - 2022

Alergias na idade pediátrica

O que é uma alergia? A alergia é um mecanismo de defesa do organismo contra uma substância que o nosso sistema imunitário reconhece como estranha. Estas substâncias podem ser alimentos, medicamentos, inaladores, substâncias de contacto. Um alergénio é qualquer substância capaz de desencadear...

12 - Fev - 2022

Baby- Led- Weaning, e você, está disposta a isso?

A prática do Baby-Led-Weaning (BLW), ou alimentação regulada pelo bebé, tornou-se generalizada nos últimos anos e, longe de ser uma moda, oferece muitos benefícios tanto para o bebé como para a família. BLW é um método de introdução de alimentação complementar, no qual o bebé pode levar a...

5 - Fev - 2022

Sintomas de COVID em crianças, o que precisamos saber?

Depois de quase dois anos de pandemia, a sexta onda e a nova variante Ómicron, deixam-nos novamente muitas dúvidas, e nestes últimos dias, não paro de receber perguntas sobre os sintomas que o vírus produz nas crianças e que temos de ter em conta, por isso vamos diretos ao problema. O que...

25 - Jan - 2022

O início da alimentação complementar… tire as suas dúvidas!

O momento para começar a introduzir alimentos, em geral, deixa os pais muito entusiasmados, é um dos momentos especiais em que vemos como os nossos bebés evoluem, mas também pode gerar um mar de dúvidas... vamos ao que importa! Quando posso começar a oferecer-lhe comida? O ideal é começar por...

22 - Jan - 2022

Primeros socorros, em menores de um ano.

Os primeiros socorros são um conjunto de ferramentas que nos permitem atuar em determinadas situações e oferecer os primeiros socorros, até que, em caso de necessidade, chegue ajuda especializada ou mesmo que levemos a criança a um centro clínico para que a avaliem. Nos últimos anos,...

8 - Jan - 2022

Dermatite atópica. Mantemo-la afastada?

A dermatite atópica é uma doença inflamatória da pele, que afeta cerca de 15 a 20% da população infantil em Espanha. Metade dos casos são diagnosticados no primeiro ano de vida. Dados que não passam despercebidos, não é? Trata-se de uma doença crónica da pele, cujo principal sintoma é a...

29 - Dez - 2021

A importância de comunicar através da pele

Sabias que o toque é o primeiro sentido a desenvolver-se dentro do útero, e o últimoa desaparecer antes de morrer? E que a pele é o maior órgão do nosso corpo? Tendo em conta ambas as coisas, já podemos ter a ideia da importância da comunicação através da pele e do toque. A nossa pele é a...

26 - Dez - 2021

Os segundos 9 meses

Já ouviu falar do termo "exterogestação"? Exterogestação, traduz-se literalmente como gestação externa, fora do útero da mãe. A espécie humana nasce entre 37 e 42 semanas, no que é considerado um nascimento a termo, no entanto, se nos compararmos com outras espécies animais, nascemos muito...

Abrir chat
👩 ¿Necesitas ayuda?
Nursicare responde
¡Hola! 👋
Déjanos tu mensaje y una experta en lactancia te responderá lo antes posible.
0
CARRITO
  • No products in the cart.